Myanmar

Panorama

Com milhares de templos antigos espalhados por todo o país, Myanmar é considerado como um lugar de fé. Existem várias religiões, mas a maior é o Budismo com mais de 5 milhões de praticantes. Portanto, não é surpreendente que em qualquer cidade em Myanmar haja pelo menos um pagode e um mosteiro budista. O pagode mais sagrado do Myanmar é o Pagode de Shwedagon, o pagode dourado e com 5.448 diamantes e 2.317 rubis incrustados, onde se acredita que estão relíquias de quatro Budas. Além disso, Myanmar também possui o belo e sereno lago Inle; a maravilhosa cidade dos templos: Bagan; o centro comercial e artístico do país: Yangon; e a antiga capital cultural da Birmânia: Mandalay.

Capital: Naypyidaw
Língua oficial: Birmano
População: 53.8 milhões (2018)
Moeda: Kyat (MMK)
Fuso horário: UTC +6:30
DDD: +95

Viagens em grupo

Viagens individuais

Melhores atrações

Informações

Melhor época para visitar

Myanmar tem três temporadas: o outono, de outubro a fevereiro; o verão, de março a junho; e a estação chuvosa, de julho a setembro. De novembro a fevereiro, muitos turistas visitam Mianmar por ser uma época de menos chuva e clima mais ameno. De março a maio, ocorre a estação seca, que é muito quente e sem chuva. Já de junho a outubro é a estação chuvosa com alta umidade. Particularmente na área do Templo Golden Rock, o clima é frio durante todo o ano (cerca de 15oC-20oC) com chuva, neblina e nevoeiro. Alternativamente, você pode optar por vir à Mianmar durante os grandes festivais, como: Dia do Ano Novo, Dia da Independência, Dia da União, Dia da Lua Cheia de Tabaung, Dia dos Camponeses, Dia da Lua Cheia de Kason, entre outros. Um item essencial para quem viaja ao Mianmar é uma jaqueta fina impermeável, para se proteger das chuvas que podem acontecer de uma hora para outra.

Acomodação

Ao vistar Myanmar, não se preocupe com o gasto de acomodação porque é muito fácil encontrar um alojamento seguro com bom preço. São muitas opções que variam de: US$10/pessoa/noite numa pousada familiar; de US$40 a US$120/noite, dependendo da localização, em um hotel de média classificação; até preços de US$120 a US$400 em hotéis de luxo com serviços de alta qualidade. Algumas marcas de prestígio são: Sanctum Inle Resort, The Strand (Yangon) e Inle Heritage.

Transportes

Para se deslocar entre as províncias de Myanmar, você pode optar por ir de ônibus ou de avião. Há ônibus para viagens de longa distância, e também minivans para curta distância. A Myanmar Airways e a Myanmar Airways International são as duas principais companhias aéreas em Myanmar. Para se deslocar na cidade, você pode usar serviço de táxi como principal transporte. Os motoristas de táxi em Myanmar são bastante amigáveis. Em algumas cidades como Bagan, os transportes mais agradáveis são bicicletas e bicicletas elétricas. O aluguel de bicicletas custa cerca de US$2 por dia e o preço das bicicletas elétricas é cerca de US$3,50 por dia. Ao viajar no Lago Inle, você pode alugar um barco com uma tarifa de cerca de US$12 a US$17 dependendo do destino.

Gastronomia

A culinária de Myanmar possui influências da China e da Índia, mas ela se torna única e especial pelas mãos dos Shan – a maioria étnica do país. Arroz e peixes são os dois alimentos principais desse povo. O prato nacional é o Mohingar, Oùn-nó k’auq-s’wèh, além do Pèh Byouq, os vários pratos de macarrão Shan,  Ăthouq, Nàn-gyì Thouq, Buthi Kyaw e Mandalay Mee Shay. Depois das refeições, é costume beber um pouco de chá verde (Ye-nwè-gyàn), chá preto, cerveja Mandalay, vinhos de frutas ou T’à-ye. Alguns restaurants recomendados são: Innlay Hut Indian Food house, Seeds Restaurant & Lounge, Le Planteur, Rangoon Tea House e 999 Shan Noodle House. Os preços costumam ser baratos, com refeições variando em torno de US$ 1; sendo que um copo de cerveja custa US$ 0,50 e uma garrafa, um pouco mais de US$ 1.

Comunicação

O povo em Myanmar é nacionalista e respeita muito a sua tradição budista. Há wi-fi disponível em hotéis, restaurantes e cafés, e também a opção de comprar um cartão SIM por cerca de US$ 1. Os números importantes são: código do país 95, polícia 199, ambulância 192 e bombeiro 191. Caso precise de um serviço confiável de entrega, pode procurar DHL ou Yangon Pick-up.

Requisitos para o visto

Isenção de visto

Os cidadãos dos seguintes países não precisam de visto para fins turísticos, desde que seu tempo de permanência seja como mencionado abaixo.

  • 28 dias: Hong Kong, Japão, Macau e Coreia do Sul
  • 14 dias: Brunei, Camboja, Indonésia, Laos, Filipinas, Singapura, Tailândia e Vietnã

Visto na chegada e e-Visa

  • Cidadãos de mais de 100 países podem obter vistos de turista no momento da chegada ao aeroporto internacional, com validade de 28 dias e preço de USD 50.
  • Myanmar também possui um sistema de vistos eletrônicos para facilitar o processo de solicitação para os mesmos 100 países.
  • A entrada com visto eletrônico está atualmente disponível nos três principais aeroportos internacionais de Yangon, Mandalay e Nay Pyi Taw, bem como em algumas passagens de fronteira entre a Tailândia e Myanmar e entre a Índia e Myanmar.

Nossos especialistas

Pamela Andrade

Consultora de viagem

Stella Nguyen

Especialista em Myanmar

Cristiane Cury

Representante no Brasil

Karolina Maia

Representante em Portugal

Estamos aqui para ajudar a personalizar sua viagem ideal

Fale com um de nossos especialistas

Dicas de viagem